segunda-feira, 16 de maio de 2016

LIBERDADE, LIBERDADE, ABRE AS ASAS SOBRE NÓS....

Reich ao perceber que a respiração tem como função quebrar as resistências da razão sobre o corpo, viu nela uma aliada no processo de libertação do homem e sua "peste emocional" que nasce no pensamento e recalca as pulsões da vida imposta no aparelho respiratório chamando-a de "couraça".
Ou você respira e não teme a morte na percepção de que a vida continua ou você não respira e vive a morte como uma castração - um fim de tudo que foi construído em vida.
Nesse sentido Reich se aproxima então do conhecimento oriental sobre "vida e morte" trazendo uma compreensão holística para sua clínica que radicaliza com a dicotomia metapsicológica entre mente e corpo utilizada nas clínicas tradicionais.
É comprovado que a respiração quando exercitada por diversas técnicas orientais ela elimina o "tempo psicológico" das impressões do pensamento sobre o corpo e a realidade que o cerca.

É nesse sentido que percebemos que a mente "mente" e o corpo "cura" a alma ao bater "asas" através dos pulmões, sendo exatamente esse o significado das borboletas durante os voos oníricos pelo inconsciente coletivo e a cura na clinica reichiana.

Nenhum comentário: