segunda-feira, 17 de abril de 2017

SURFISTA DE ALMA

O surfe lavou minha alma! Cansei desses pregos que se acham surfistas dentro e fora d’água. Vivem dizendo que parei de surfar, mas são eles que nunca surfaram e se dizem surfistas. Fazem da paternidade uma afirmação sexual corrompida pela satisfação social. Passam a vigiar e controlar os próprios filhos com medo da revelação. Seguem caminhos impuros cheios de dúvidas na propagação do mal disfarçado de bem. Nascemos livres, puros, e aos poucos vamos inserindo-nos nesse mundo corrupto através dos nossos pais. A corrupção é a sua lei e a inveja sua lança. Pais que invejam filhos numa corrupta invenção de monstros sociais. A loucura experienciada na verdade do mundo está na raiz da corrupção cultural. Negação da abstração em nome de um objetivo corrupto para se matarem coletivamente em nome do amor. Marchar contra a corrupção social, quanta alienação! Com corações pesados pela escolha corrupta de ser em sociedade vamos fingindo que amamos uns aos outros. Marchar em prol de alguma coisa como único ato de amor social... Mas, como marchas nunca levaram ninguém a lugar algum tudo volta ao normal corrupto de ser e entregamos nossas vidas às instituições sagradas da nossa cultura legal. A verdade está fora das nossas cabeças institucionais. Ela está bem apontada ao nosso nariz chato. Estamos todos sonhando. Abram os olhos e vivam o sonho lúcido! Só assim eliminaremos a corrupção da nossa sociedade e salvaremos nossas almas tornando nossos corações puros novamente como quando éramos crianças.

Nenhum comentário: